26 de abr de 2011

Animação que tem a cidade como cenário, 'Rio', é sucesso de bilheteria no mundo todo

Fonte: O Dia Online


POR GUILHERME SCARPA
Rio - Cristo santo, redentor! Há muito tempo que a Cidade Maravilhosa não bombava tanto. Mas quem podia imaginar que ela seria vista por 67 países e que em pouco mais de duas semanas se tornaria líder de bilheteria mundial, com uma arrecadação estimada em US$ 290 milhões? Fenômeno da temporada, a animação ‘Rio’, que custou US$ 90 milhões, é número um nos quatro cantos do mundo, inclusive nos Estados Unidos, onde é o filme mais assistido há 15 dias. “Quando ‘Rio’ foi lançado mundialmente, o Brasil só ficou atrás dos EUA e da Rússia. O mercado brasileiro está tendo um peso danado nessa receita: R$ 14 milhões só no fim de semana de estreia”, comemora Sérgio Sá Leitão, presidente da RioFilme.
Foto: Divulgação
O prefeito Eduardo Paes já sonha com uma continuação do filme de Carlos Saldanha. “Que venha o 2, o 3, o 4, ‘A Missão’. Nunca vi alguém representar com tanta competência a alma do carioca”, derrete-se ele, entusiasmado com o momento singular que a cidade e o Brasil estão tendo graças ao longa que explora pontos turísticos cariocas. “Agora é só surfar. A gente divulga o filme e o filme divulga o Rio”, ensina o secretário de turismo Antonio Pedro Figueira de Mello, feliz da vida. “São mostrados aspectos positivos da cidade no longa. Ele vende a nossa melhor imagem”, acredita ele, confiante que isso só vai ajudar a trazer mais gringos para cá. “Só vejo consequências boas. Claro que ainda temos barreiras, como a língua, por exemplo. Ou, no caso dos americanos, com os vistos. Dá preguiça a burocracia”, lembra Antonio Pedro. 

No quesito turismo ‘Rio’ é só alegria e o mesmo acontece em relação à produção cinematográfica por estas bandas. “Muita gente está me ligando, querendo vir aqui conhecer. É muita atenção mundial. O lançamento de ‘Velozes e Furiosos 5’ essa semana vai colocar o Rio no topo mais uma vez. Vamos ficar entre a primeira e a segunda posições”, celebra Steve Solot, presidente da Rio Film Commission, responsável por dar todo o suporte às produções estrangeiras que escolhem o Estado para filmar.

“Além dos pontos clássicos, conduzimos a áreas que têm locações bem interessantes. Barra do Piraí e Búzios estão entre elas. Está previsto agora para o primeiro semestre a filmagem do longa francês ‘Rouge Brasil’, que é de época e será rodado em Paraty”, adianta Steve. Em maio, ele vai ao Festival de Cannes trocar figurinhas com Adrian Wootem, responsável pela Film London, que presta este mesmo serviço na Inglaterra. “Vamos produzir locações para produtores ingleses no Rio e também pegar umas dicas sobre como receber durante os Jogos Olímpicos”, conta ele. 

Roteiro
O cenário é uma beleza, não dá para negar. Óbvios para alguns e essenciais para outros, os cartões-postais da cidade dão pinta na animação ‘Rio’, assim como regiões menos conhecidas que já viraram referência para roteiros turísticos. “Claro que a gente sempre vende o Pão de Açúcar, o Corcovado. Mas agora temos o Rio da Lapa, de Santa Teresa, que são menos divulgados lá fora e têm visuais incríveis”, comemora o secretário de turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello. 

Segundo Sérgio Sá Leitão, presidente da RioFilme, essas áreas ainda vão bombar muito. “Principalmente entre os russos e mexicanos. Nesses dois países, ‘Rio’ também é líder. Mas, proporcionalmente aos outros, os números disparam”, revela. “Esse filme pega várias gerações e as pessoas assistem mais de uma vez”, aposta Steve Solot, da Rio Film Commission.



Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br