9 de abr de 2011

Casas com mensalidade de R$ 99 durante a obra

Fonte: O Dia Online


Construtoras pisam no acelerador e anunciam lançamento de mais 3 mil imóveis pelo ‘Minha Casa’ no estado. Juros são de 4,5% ao ano e desconto vai até R$ 23 mil

POR CRISTIANE CAMPOS
Rio - A Caixa Econômica Federal planeja mais uma edição do Feirão da Casa Própria para maio, mas as construtoras já pisaram no acelerador e anunciam a oferta de mais de 3 mil imóveis, com parcelas mensais a partir de R$ 99, durante a obra. A iniciativa permite que o comprador consiga pagar o aluguel e a prestação ao mesmo tempo. 
Os imóveis espalhados pelo estado são do ‘Minha Casa, Minha Vida’, que prevê subsídio (desconto) de até R$ 23 mil na compra da moradia. Os juros, a partir de 4,5% ao ano mais TR (Taxa Referencial), beneficiam trabalhadores com mais de três anos de conta vinculada do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Os bairros que concentram as ofertas são Campo Grande, Jacarepaguá e Vargem Pequena, além do Município de Duque de Caxias. O prazo de pagamento é de até 30 anos. Quanto menor o período do contrato maior será o percentual a ser financiado, que pode chegar a 100%. Nesse caso, o prazo para pagar a moradia será de 20 anos. 

Construtoras como a PDG CHL, Even e MDL oferecem unidades a partir de R$ 80 mil. O condomínio Caminho do Park, da PDG CHL, terá 417 casas, na Estrada do Magarça, em Campo Grande. O residencial contará com estrutura de lazer e segurança.

Casas dúplex terão até 68 metros quadrados, dois quartos, quintal e vaga de garagem privativa. Unidades têm mensais a partir de R$ 99 por mês direto com a construtora no período de obra e, quando estiverem prontas, serão financiadas pela Caixa. 

O diretor de incorporação da PDG CHL, Marcos Saceanu, gaba-se de que é o melhor modelo para produtos do ‘Minha Casa, Minha Vida’. “Por estar próximo ao Park Shopping, que está sendo construído pela Multiplan, acreditamos em uma valorização natural da região”, aposta.

No mesmo bairro, também é possível encontrar as unidades da MDL Realty, no residencial Casas da Villa, na Estrada do Tingui 1.105. As unidades custam a partir de R$ 120 mil. A construtora oferece ainda o Reserva da Praia, em parceria com a Even, na Estrada dos Bandeirantes 14.951, em Vargem Pequena. Os apartamentos saem a partir de R$ 99.800.
Salário maior na construção

Os 150 mil trabalhadores da construção civil no Município do Rio terão reajuste de 7,5% nos salários, vigente de 1º março deste ano até 28 de fevereiro de 2013. O menor salário do setor, para servente e contínuo, passa a ser de R$ 869 mensais, ou seja, 59,45% maior que o salário mínimo nacional (R$ 545).

As negociações para renovação da Convenção Coletiva de Trabalho foram concluídas entre o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Rio (Sinduscon-Rio) e o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintraconst-Rio). O setor oferece a seus trabalhadores café da manhã, alimentação, seguro de vida, além de assistência à saúde e aulas de alfabetização, por meio do programa ‘Alfabetizar é Construir’.

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br