8 de abr de 2011

Um mal que só acontecia fora do Brasil

Fonte: O Dia Online


Rio - O massacre de ontem em Realengo lembrou internautas que usam redes sociais como o Twitter de chacinas em instituições de ensino americanas. A mais citada foi o massacre da escola de Ensino Médio de Columbine, em Lottleton, no estado de Colorado, onde dois alunos, de 17 e 18 anos, mataram 12 estudantes e um professor e se suicidaram em 1999. 

A tragédia de Columbine, que virou tema do filme ‘Tiros em Columbine’, do americano Michael Moore, foi o quarto massacre mais mortífero em instituições de ensino dos EUA. O massacre mais trágico em uma escola, entretanto, não foi nos Estados Unidos. Aconteceu em 2004, na Rússia, e foi protagonizado por separatistas chechenos, contando com a colaboração desastrada das forças de segurança russas. Os terroristas invadiram a escola de Beslan mantendo 1.100 reféns por três dias. Depois que as autoridades invadiram o prédio, 334 pessoas morreram, entre elas, 186 crianças.

Outros casos recentes aconteceram na Alemanha e na Finlândia. No primeiro país, em 2009, nove alunos e seis adultos foram mortos num colégio em Winnenden, por um ex-aluno de um colégio local, de 17 anos. Na Finlândia, em 2008, um homem de 22 anos matou 10 pessoas numa escola de hotelaria. 

No Brasil, o caso mais próximo a esses massacres não aconteceu numa instituição de ensino. Em 1999, o estudante de Medicina Mateus da Costa Meira, na época com 24 anos, disparou com uma submetralhadora contra a plateia do cinema onde estava em São Paulo. Matou três pessoas, feriu quatro. Foi preso e condenado a 120 anos e seis meses de prisão.

Reportagens de Adriana Cruz, Aurélio Gimenez, Camila Valiati, Celso Oliveira, Christina Nascimento, Clarissa Mello, Diogo Dias, Francisco Edson Alves, Genilson Junior, Gislândia Governo, Helvio Lessa, Isabel Boechat, João Ricardo Gonçalves, Leslie Leitão, Luiz Almeida, Mahomed Saigg, Marco Antônio Canosa, Maria Inez Magalhães, Maria Luisa Barros, Pâmela Oliveira, Ricardo Albuquerque e Vania Cunha

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br