16 de jun de 2011

Contra a enxaqueca, botox

Fonte: O Dia Online


Anvisa libera uso de aplicações para prevenir crises em portadores crônicos da doença

POR CLARISSA MELLO
Rio - Pacientes que sofrem de enxaqueca crônica podem contar com uma nova aliada no tratamento da síndrome: a toxina botulínica. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso do botox — marca da farmacêutica Allergan para a toxina botulínica tipo A — como uma forma de prevenir crises. Até então, só EUA e Inglaterra haviam autorizado a aplicação do produto no tratamento.
A aprovação foi dada em abril e a substância já está sendo aplicada desde maio. Alguns pacientes já estão apresentando resultados muito favoráveis em relação à diminuição das crises”, afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Cefaleia, Marcelo Ciciarelli.

A enxaqueca é causada por desequilíbrio bioquímico no organismo que leva à inflamação de vasos sanguíneos da cabeça. De acordo com Marcelo, ainda não se sabe como a toxina atua para evitar o mal. “Imaginamos que o produto seja capaz de inibir as substâncias neurológicas que provocam a inflamação dos vasos cranianos, que causam a dor”, acredita o especialista. Além disso, é provável que os estímulos que causam a dor sejam diminuídos, já que o botox possibilita o relaxamento muscular. “Efeitos colaterais são poucos e as vantagens, enormes. Pessoas que antes sofriam crises de dor por 15 dias seguidos, agora têm crise uma, duas vezes na semana”, comemora. “Como o efeito dura de 4 a 6 meses, a pessoa não precisa ficar tomando analgésicos. É cedo para dizer se é o melhor tratamento. Mas já sabemos que é uma boa alternativa”, diz.
O tratamento só está disponível na rede privada. As secretarias estadual e municipal de Saúde não têm planos de oferecê-lo na rede pública.


Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br