13 de jun de 2011

Deputados se reúnem para discutir proposta de anistia aos bombeiros

Fonte: G1 Rio de Janeiro

Líderes do movimento dos bombeiros estarão presentes em reunião. 

Projeto de lei pretende conceder anistia aos agentes que foram presos.


Do G1 RJ
Deputados federais e estaduais se reúnem na manhã desta segunda-feira (13), na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, no Centro da cidade, para discutir o projeto que propõe aanistia aos bombeiros. Segundo informou o deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ) no domingo (12), durantepasseata dos bombeiros em Copacabana, a intenção é que o projeto de lei seja votado ainda nesta semana.
A reunião, que está marcada para 10h30, vai reunir líderes dos bombeiros. O porta-voz do movimento, cabo Benevenuto Daciolo, espera conseguir uma reunião com o governador Sérgio Cabral. “Através do deputado Marcelo Freixo, vamos tentar chegar ao Paulo Melo para que ele tente um contato entre nós e o governador Sérgio Cabral", explicou Daciolo durante a passeata.

O projeto de lei é de autoria de Molon e visa conceder anistia aos bombeiros que participaram de movimento reivindicatório por melhoria salarial e de condições de trabalho. No sábado (4), 439 foram presos após invadir o quartel central da corporação.
Cabral propõe usar 30% de fundo especial
O governador Sérgio Cabral informou, no domingo (12), por meio de sua assessoria, que vai enviar nesta segunda mensagem à Alerj modificando a destinação dos recursos do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom) para que 30% deles sejam utilizados para pagamento de gratificações aos bombeiros.
Os restantes 70% serão utilizados para manutenção e aquisição de equipamentos e treinamento de pessoal necessários ao trabalho de Defesa Civil, bem como assistência médico-hospitalar e assistência social do Corpo de Bombeiros. Em 2010, o fundo arrecadou cerca de R$ 110 milhões, informou o governo.
Protesto em Copacabana
Protesto em Copacabana (Foto: Thamine Leta/G1)Protesto em Copacabana (Foto: Thamine Leta/G1)
O protesto em Copacabana atingiu a marca de 27 mil participantes, de acordo com informações da tenente-coronel Claudia Lovain, comandante do 19º BPM (Copacabana). Ainda segundo a comandante da PM, 150 policiais trabalharam no policiamento, espalhados ao longo da orla, mas não houve registro de confusão no evento.
Milhares de pessoas compareceram à manifestação para apoiar o movimento. Os integrantes da corporação também aproveitaram o evento para agradecer o apoio da população.
A marcha dos bombeiros durou cerca de 3h. Os manifestantes chegaram ao Posto 6 da Orla de Copacabana por volta das 14h30, onde cantaram o hino nacional.
Balões vermelhos
A manifestação começou a reunir público por volta das 9h, concentrado em frente ao hotel Copacabana Palace. A marcha teve início depois que representantes dos bombeiros libertados na última sexta-feira e seus familiares soltaram centenas de balões vermelhos na Praia de Copacabana, representando vidas salvas por meio do trabalho na corporação.
No sábado (11), mais de 400 bombeiros foram libertados do quartel de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, e foram recebidos por amigos e familiares na Alerj.

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br