15 de mar de 2011

Trânsito: Radares em ação em Copacabana

Fonte: O Dia Online


Corredor exclusivo de ônibus começa a multar, mas motoristas ainda cometem infrações

POR FRANCISCO EDSON ALVES
Rio - A Prefeitura do Rio começou ontem a multar motoristas que trafegam sem permissão nas duas faixas do corredor exclusivo de ônibus na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Carros de passeio, táxis sem passageiros e vans que circularem pelo BRS (Bus Rapid System) serão autuados por infração leve, e os motoristas perderão três pontos na carteira e pagarã R$ 53,20. 

O balanço das multas aplicadas no primeiro dia só deverá ser divulgado hoje, segundo a Secretaria Municipal de Transportes. À tarde, a equipe de O DIA flagrou diversas irregularidades na via. “Não moro no Rio e não sabia desse corredor exclusivo. Acho que deveriam colocar mais placas avisando sobre isso”, argumentou o taxista Elton Teixeira, 28, de Iguaba Grande, na Região dos Lagos. 
Ele parou para desembarcar passageiros do lado direito da avenida, próximo ao número 1.141, a poucos metros de uma placa avisando o horário de funcionamento do corredor. Perto dali, poucos minutos depois, outros dois táxis pararam irregularmente para apanhar clientes.

Ignorando a placa de proibido estacionar, um motorista de caminhão ficou pelo menos 45 minutos parado em frente ao Supermercado Pão de Açúcar. Ele só saiu do local depois de ser advertido por guardas municipais. 
Ao longo da avenida, a todo momento, táxis sem passageiros trafegam no corredor BRS, saindo para a pista da esquerda somente quando se aproximam de um dos 11 radares que monitoram a via. 

A secretaria garantiu, no entanto, que não adianta tentar burlar o sistema, porque toda é vigiada, inclusive nos espaços entre os radares.

Quem usa a Avenida Nossa Senhora de Copacabana diariamente afirma que a implementação do corredor BRS reduziu sensivelmente o tempo de viagem. “Antes, eu gastava mais de 20 minutos para cruzar a via. Agora, não levo nem 10 minutos”, elogiou o motorista do ônibus Eduardo Vasconcelos, 39. 

“Dirigir afastado dos ônibus nos dá mais segurança”, afirmou a estudante de Biologia Janyra Mendes, 29.

Ontem, agentes da CET-Rio, guardas municipais e a Rio Ônibus ainda instruíam os motoristas. O próximo corredor exclusivo para ônibus — a ser implementado na Rua Barata Ribeiro, também em Copacabana — deve ser inaugurado no dia 26.

Punição é aplicada no segundo radar

Pelas regras da prefeitura, motoristas podem acessar o corredor para dobrar na primeira via que der mão à direita ou acessar garagens. Por isso, a punição só será aplicada se dois radares seguidos flagrarem o motorista no corredor. O sistema funciona de forma progressiva, ou seja, se passar pelo terceiro aparelho de fiscalização seguinte cometendo irregularidade, nova multa é aplicada. 

Além dos ônibus, o BRS é destinado ainda a táxis dirigidos ou adaptados para portadores denecessidades e transporte escolar. O embarque e desembarque de táxis convencionais deve ser feito do lado esquerdo ou em ruas transversais.

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br