19 de abr de 2011

Esportes: CSKA admite liberar Love para o Mengão

Fonte O Dia Online


Presidente do clube russo diz que atacante pode sair, mas quer ver o dinheiro na mesa e não apenas especulações referentes ao Artilheiro do Amor

Rio - O presidente do CSKA, Eugeny Giner, em entrevista na Rússia, deu esperanças à torcida do Flamengo de um final feliz para a novela que se arrastará até julho. Com a janela de transferências fechada, o dirigente russo prefere não abrir negociação e fala de concorrentes poderosos no caminho do Rubro-Negro. Ele admite, por outro lado, diminuir o valor da multa, de aproximadamente R$ 91 milhões, para satisfazer o desejo do atacante. 

Eugeny Giner deixou claro que qualquer clube interessado em Love precisará abrir os cofres para tirar o jogador do CSKA. O dirigente, porém, fez questão de desmentir a informação que circulou pelo Brasil de que o Flamengo teria feito uma proposta de R$ 34 milhões ao CSKA.

“Não sei onde a imprensa brasileira conseguiu informação para falar sobre essa proposta. Todas as conversas só podem acontecer no verão (entre junho e julho). Vagner já fez muito pelo nosso clube, então, provavelmente, podemos fazer um preço menor”, afirmou o presidente. 

Eugeny Giner revelou ainda que há uma lista de times europeus poderosos atrás de Vagner Love. Uma concorrência que, normalmente, seria desleal para qualquer clube brasileiro. Pesa a favor do Flamengo a vontade de Love de voltar ao seu clube do coração. Em tom de ironia, o presidente do CSKA comentou a caça ao jogador no mercado, mas voltou a ressaltar que ainda não chegou o momento de o assunto entrar em pauta.

“Recebi a oferta. E de outros oito clubes, começando pelo Manchester United, Real (Madrid) e Barcelona. E por aí vai. Todas estão na minha mesa (risos). Mas é preciso ver as propostas. Tem que botar dinheiro na mesa. Agora não há sobre o que falar. A janela de transferências se fechou. Para onde ele vai? Cozinhar bolos? Ele joga melhor futebol”, brincou.

Anos longe do Brasil pesam para o atacante

A amigos e a dirigentes rubro-negros, Vagner Love já confidenciou que não aguenta mais viver longe do Brasil. Principalmente num país com um inverno tão rigoroso e um idioma complicado como a Rússia. Para Eugeny Giner, mais um motivo para olhar com carinho a proposta enviada pelo Flamengo para ter o atacante em agosto.
 
“Vagner é um bom jogador. É difícil para ele passar tanto tempo longe de casa. Nós temos 20 homens além do Vagner. Ele apenas é mais aberto e fala mais. Os outros, menos. O Vagner é do CSKA. Se houver proposta, nós sentamos com ele e conversamos”, disse o dirigente, que evitou colocar Love na categoria de insubstituível. “Sem ele, chegamos às quartas de final da Liga dos Campeões”.

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br