28 de jun de 2011

Vistoria revela falta de manutenção de trecho de bondes nos Arcos da Lapa

Fonte: G1 Rio de Janeiro

Fiscais também constataram buracos ainda abertos nas grades.

Na sexta (24), turista francês de 24 anos morreu ao cair de bondinho.


Do G1 RJ
O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio (Crea-RJ) fiscalizou, nesta segunda-feira (27), o gradil dos Arcos da Lapa, no Centro, por onde passam os bondinhos de Santa Teresa. A vistoria foi realizada três dias após a morte de um turista francês que caiu do veículo.
Durante a vistoria, os fiscais constataram que vários buracos ainda estavam abertos nas grades e que há falta de manutenção do trecho percorrido pelos bondes.
Em nota oficial, o Crea-RJ informou que a Comissão de Análise e Prevenção de Acidentes (Capa) do conselho vai ouvir os responsáveis técnicos para saber quais medidas preventivas serão adotadas pela evitar novos acidentes.

O francês Charles Damien Pierson, de 24 anos, morreu na sexta-feira (24) depois de passar por um vão na tela de proteção do meio de transporte e despencar de uma altura de mais de 15 metros. Ele teria se desequibilibrado ao tentar tirar uma foto e morreu na hora, com o impacto da queda. O corpo dele será enviado para a França em no máximo sete dias.O Consulado da França informou que fará o transporte do corpo do turista. A família de Charles Damien já foi avisada sobre sua morte e, segundo o Consulado, não virá ao Brasil para acompanhar o transporte do corpo. Ainda de acordo com o consulado francês, o corpo do turista ficará em uma funerária até ser enviado para a França.A Secretaria estadual de Transportes informou que as grades de proteção do trecho começarão a ser trocadas no fim da noite desta segunda-feira. Segundo o órgão, a obra já estava prevista e não tem relação com o acidente. Também nesta segunda, o secretário de Transportes Júlio Lopes se reuniu com a Direção da Companhia Estadual de Transportes e Logística. ReformaO Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) informou que a troca das grades faz parte da segunda etapa das obras de reforma dos Arcos da Lapa. Segundo o Carlos Fernando Andrade, superintendente do Iphan no Rio, as obras não só já estavam previstas antes do acidente, como parte da reforma foi realizada em 2010.
“A primeira fase começou no ano passado e custou R$ 1,2 milhão. Serviu para recuperar basicamente o reboco e a pintura dos arcos. Agora vamos substituir todo o gradil e impermeabilizar a murada", explicou o superintendente, acrescentando que o valor do segundo estágio do projeto foi orçado em R$ 500 mil.

Polícia investigaO caso está sendo investigado pela 5ª DP (Mem de Sá). Segundo o delegado Leonardo Salgado, algumas testemunhas ouvidas na semana passada informaram que é comum as pessoas andarem em pé no bondinho."Vamos apurar se isso é permitido de fato. Se isso não proceder, se for proibido ficar viajar em pé no bonde, onde ele estava, queremos saber por que não há fiscalização". Ele ainda completou: "Vamos apurar as responsabilidades. E, dependendo do rumo das investigações, o caso pode evoluir para um homicídio culposo".

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br