19 de abr de 2011

Rio é reprovado na balança

Fonte: O Dia Online


Mais da metade dos cariocas têm sobrepeso ou obesidade, afirma Ministério da Saúde

POR PÂMELA OLIVEIRA
Rio - A imagem do Rio como a capital dos corpos esculturais e malhados só representa a menor parte dos habitantes da cidade. Mais da metade dos cariocas (52,7%) estão com excesso de peso, de acordo com pesquisa divulgada ontem pelo do Ministério da Saúde. Entre eles, 37,7% têm sobrepeso e 15% são obesos. Os moradores do Rio só estão menos pesados do que os habitantes de Rio Branco, capital do Acre, onde 55,2% estão acima do peso recomendado para a altura. 

“As pessoas têm a imagem de que os moradores do Rio são saudáveis, correm na praia. Mas isso é verdade para apenas uma parcela da população. O excesso de peso é decorrência do sedentarismo e de padrões alimentares inadequados. É um reflexo do baixo consumo de alimentos saudáveis como frutas, legumes e verduras e do uso em excesso de produtos industrializados com elevado teor de calorias”, diz Deborah Malta, coordenadora da Secretaria de Vigilância em Saúde.

Arte: O Dia
Arte: O Dia
A pesquisa também analisou o sobrepeso entre os sexos. Dos homens, 56,5% estão com quilos a mais, enquanto entre as mulheres, 49,1%. O levantamento indica ainda que no ranking dos que fazem mais exercícios físicos, o Rio está em 19º lugar entre as 27 capitais. “A caminhada é o exercício mais frequente no Rio. Mas o índice, de 14%, ainda é baixo”, conta Deborah, acrescentando que a Organização Mundial de Saúde recomenda 30 minutos de exercícios, cinco dias por semana. 

Aumento de doenças

O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, disse que, mantido o ritmo atual, oBrasil terá em 13 anos o mesmo número de obesos que os Estados Unidos têm hoje — 64,2% dos americanos têm excesso de peso. “O sobrepeso já é um problema de saúde pública no Brasil. Aumenta a incidência de doenças crônicas não transmissíveis como enfarte, diabete, hipertensão e derrames”, alerta Deborah.

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br