30 de jun de 2011

Cruzeiro vence a segunda com Joel e encerra série caseira do Vasco

Fonte: Marca Brasil

POR RAPHAEL ZARKO 29.06.11 às 21h30 > Atualizado em 30.06.11 às 02h34
Rio - Todos os gols que o Vasco perdeu no primeiro tempo, o Cruzeiro achou no segundo. A derrota por 3 a 0, em São Januário, pela sétima rodada do Brasileirão, deixou o Vasco em sétimo lugar e passou a impressão de que o time entrou de salto alto contra o Cruzeiro de Joel Santana, ainda mais depois dos primeiros 45 minutos, em que mostrou displicência e perdeu várias chances. Mas os 7 mil torcedores do Vasco que foram à Colina Histórica na noite de ontem ignoraram o recente título da Copa do Brasil e vaiaram muito um segundo tempo trágico, com bobeada do goleiro Fernando Prass e falhas do zagueiro Dedé.

>>> Clique e veja a classificação do Brasileirão
Pelo terceiro jogo consecutivo, os atacantes vascaínos driblaram o goleiro adversário e não fizeram os gols. De novo, com Eder Luis, que passou por Fabio, ajeitou, mas chutou para fora, aos 10 minutos. Sem ser ameaçado pelo time de Joel Santana, que jogava atrás e tinha um Montillo tímido, o Vasco se aproveitava da velocidade de Eder Luis. Com ele, foram mais dois lances perigosos: um quando a bola foi ajeitada para o péssimo chute de Alecsandro; outro quando ele mesmo driblou dois, mas não conseguiu chegar antes de Fabio, que impediu o gol.

No segundo tempo, a história seria outra. Logo aos sete minutos, Fernando Prass tentou driblar um atacante adversário e acabou jogando a bola para escanteio. Na cobrança, os zagueiros não subiram e saiu o gol de Leandro Guerreiro, de cabeça. Desnorteado, o Vasco avançou, mas não criou praticamente mais nada até o fim da partida.


Com Ramon e Elton nos lugares de Márcio Careca e Alecsandro, nada mudou. No desespero, Leandro entrou na vaga de Eduardo Costa. Ele ainda conseguiu cruzar bola que Diego Souza cabeceou para defesa fantástica de Fabio. Sem empate, restou um fim desastroso ao Vasco.

Foi quando Dedé levou caneta de Montillo, que fez um golaço, aos 43. Para encerrar, o zagueiro vascaíno fez pênalti em Ortigoza. Roger bateu bem e fechou o placar. 3 a 0. No terceiro jogo em casa do Vasco, a primeira derrota do Trem-Bala, que descarrilhou na estrela de um tal Joel Natalino Santana.

Nenhum comentário:

BlogBlogs.Com.Br